Novos consumidores do Ambiente de Contratação Livre demandam pouca energia

Novos consumidores do Ambiente de Contratação Livre demandam pouca energia

O mercado livre de energia vem registrando um crescimento com o aumento no volume de migrações ao longo do primeiro semestre. No total foram 1.151 novas unidades consumidoras no Ambiente de Contratação Livre (ACL). Entretanto, esses novos clientes demandam pouca energia, segundo estudo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgado em 6 de julho.

Dados preliminares apontam que, nos primeiros seis meses do ano, os novos consumidores especiais que migraram para o ACL consumiram em média 0,52 MW e que 58% deles consumiram em média 0,19 MW no período, entrando na faixa de menor demanda de energia entre os consumidores especiais.

Os dados mostram que 407 unidades consumidoras aderiram à ACL em junho e registraram consumo médio de 0,43 MW. Dessas unidades, 264 (65%) registraram uma média inferior a 0,2 MW no período. Segundo a regulação do mercado, esses consumidores especiais devem adquirir energia somente de fontes primárias incentivadas (usinas eólicas, solares, biomassa ou pequenas centrais hidrelétricas). Hoje, essas empresas representam mais de 40% do total de agentes da CCEE.