Mercado livre de energia segue crescendo

Mercado livre de energia segue crescendo

Em tempos de poucas chuvas, o Brasil segue com baixas nos reservatórios hidrelétricos e os preços da energia elétrica sobem. As alterações nos preços de energia no mercado cativo subiram 14% nos últimos 12 meses, muito acima dos 6,5% de inflação no mesmo período.  O mercado livre se protege dessa volatilidade com contratos de longo prazo.

No mercado livre de energia, consumidores e os agentes do mercado negociam contratos de compra e venda, diferentemente do ambiente de contratação regulado (mercado cativo), no qual os consumidores só podem contratar energia da distribuidora local e pagar os preços definidos por ela.

O mercado livre só é aberto para dois tipos de consumidores: os livres e os especiais. Os consumidores especiais têm demanda por energia de 500 a 3.000 quilowatts (kW) e só podem comprar energia produzida por fontes renováveis, como pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), termelétricas à biomassa, fontes solar e eólica. Os consumidores livres têm demanda igual ou superior a 3.000 kW e não diferenciam suas fontes produtoras de energia.

No ano passado, 1.267 aderiram ao mercado livre de energia, com uma média de 105 por mês. Em 2015, a média mensal era de oito adesões. Hoje, o País tem mais de 5.600 empresas no ambiente de contratação livre de energia.

Segundo os cálculos da Associação Brasileira de Comercializadores de Energia Elétrica (Abraceel), as empresas que migraram para o ambiente de contratação livre reduziram os custos de energia em cerca de 18%.

Para migrar para o mercado livre de energia, é necessário acessar empresas especializadas. É importante fazer uma modelagem e um planejamento sobre os consumos atual e futuro de energia. Não é trabalho para principiantes.

A Prime Energy é um dos exemplos de companhias que oferecem todo o suporte para as empresas interessadas em migrar ao mercado livre de energia com maior segurança e dentro de todas as prescrições regulatórias. Para fazer testes de economia na migração, você pode acessar: https://www.primeenergy.com.br/simulacao/